quinta-feira, 26 de setembro de 2019

Hagalaz - Granizo








Uma nevasca se abate, não há o que fazer,
 só nos cabe esperar!
Runa dos impedimentos, pode abalar as estruturas, as decisões fogem das mãos,
o sentimento é de impotência e desespero, mas, assim como a tempestade violenta, 
Hagalaz passa e certamente a bonança virá! 
Pode parecer com os desígnios do Senhor Tempo, com acidentes que nos afastam  da ação do cotidiano, com a espera de uma resposta importante, com montanhas intransponíveis ou com a frustração de não ser amado.




A lição que nos ensina Hagalaz é de que não se tem o controle sobre absolutamente nada e o que realmente importa não é a dependência do mundo exterior, mas, sim, alimentar a força interna o máximo que pudermos. 
   





"O Granizo é o mais branco dos grãos,
ele despenca do céu,
rodopia ao vento
e torna-se água."
poema anglo saxão

Primeiro Aett de Frey

   Assim termina o primeiro Aett, a primeira família rúnica, que simbolicamente representa a busca pela evolução.
 Ainda preso à matéria, o iniciante conquista bens, coragem, disciplina, sabedoria, faz mudanças, encontra a iluminação, recebe graças e festeja após a tarefa ser cumprida.
Pensemos em uma grande sala, onde os guerreiros descansam e festejam suas vitórias, com muita comida, hidromel,música e poesia.



Wunjo - Alegria












Após a conquista de bens materiais e de enfrentar com coragem os espinhos diários, os deuses enviam seus sinais nos impulsionando para ir além, superar os medos e encarar a jornada com luz e verdade!

Ao estabelecer a conexão coerente entre a alma e o coração, une-se ser e destino e pode-se festejar o final de uma empreitada!
Hora de enfeitar a mesa com flores e boa comida, muita bebida, cantar e dançar a vontade! 













 Assim é Wunjo, a runa das Glórias e Alegrias!

Arte, festas, beleza e diversão são seus desígnios; sugere leveza e permissão para usufruir dos benesses da vida, com a consciência de que todas as alegrias são efêmeras, porém, importantíssimas para fazerem o coração se abrir e sorrir, elevando a vibração e propiciando o afastamento de energias densas e prejudiciais, ao mesmo tempo que abre portas para o contato com pessoas e momentos tão agradáveis, que nos darão o desejo de prolongar essa experiência e repeti-la muito mais vezes.



Wunjo pode falar de futilidades, flertes, vaidade, exageros à mesa, mas também fala pode trazer a alma do artista, que busca beleza através da pintura, do canto, ao tocar um instrumento, procurando graça e arte ao expressar-se na vida.







TA alegria é para aquele que conhece pouca aflição; sem aflição eles terão progressos e bênçãos"
poema anglo saxão

Gebo - Uma dádiva!







A união entre corpo e espírito, coração e mente, traduz o encontro legítimo do ser humano com sua verdade interior.
Gebo é a runa da união e da harmonia, que começa quando se vive de forma coerente com a essência amorosa.

Todo encontro é movido pela atração; não existem coincidências, somos campos eletromagnéticos semelhantes à nossa Mãe Terra, que permanece girando em torno do deus Sol, obedecendo a força gravitacional numa dança cósmica divina.


Quando vibramos Amor, atraímos amor, quando vibramos Medo, atraímos dor, perigos e perdas, assim é.
Gebo ou Gyfu simboliza o estado de paz interna, quando cada momento é vivenciado em acordo com a voz do coração, ao mesmo tempo que nos permitimos receber do Universo suas dádivas.

Regida por Venus, Gebo traz consigo a energia da harmonia no amor; é a runa de todas as associações divinas pois, estando em sintonia interior, atraímos tudo o que está em nossa frequência; sendo assim, acontecem encontros equânimes, de duas partes inteiras, numa aliança que será de apoio mútuo, elevação e felicidade.





"As dádivas são para todos
Glória e exaltação,
e para todo párea que nada tem,
são substância e honra."
poema anglo saxão

Kenaz - A Tocha

                               A Tocha 







E a Luz se fez!


Luz : sabedoria - ato da criação


Amor - Conhecimento - Verdade


Luz é energia cósmica, símbolo do espírito.
Ao chegar, revela, derruba os véus, abre caminhos e cura.



Quando se busca a consciência de si mesmo, iluminar a própria sombra torna-se fundamental na jornada da evolução.


Kenaz é a Runa da Iluminação em todos os sentidos; é fogo que arde, traz clareza a qualquer questão, revigora, aquece, brilha e regenera.


A partir do momento em que o ser humano conseguiu ter domínio sobre o fogo, abriu-se um novo mundo como que uma mola propulsora de seu desenvolvimento no planeta.



Na antiguidade, tochas eram acesas circundando as aldeias, como forma de proteção contra os inimigos e animais selvagens, e era em torno de uma fogueira que o conhecimento era transmitido para a tribo e, assim, a história daquele povo podia ser preservada; portanto, esta runa traz consigo esta energia.


O chefe espiritual iniciado nos mistérios, com sua luz, guia o buscador ao longo do caminho da floresta.


A tocha é símbolo de liderança, mas
também é a chama que mora no coração


Vontade - Sabedoria - Amor,
podemos relaciona-la à Chama Trina,
que se irradia a partir do peito,
podendo transformar-se num pilar de Luz
quando expandida.



É a centelha do querer e do criar,
do que podemos chamar de
"Milagre da Criação",
e que está ao alcance de todos nós.









"A tocha é chama viva,
pálida e brilhante,
arde mais onde
o povo nobre habita"
poema anglo saxão

Raidho, Raido, a Roda do Carro, a Jornada



                     A Roda do Carro






Raidho, Raido, A Roda do Carro, a Jornada


  Assim como para  as populações nômades chegava a época em que precisavam preparar sua bagagem, descartar o que se tornara inútil e seguir por novas paragens, há pelo menos um momento em cada ciclo de nove anos em nossas vidas que necessitamos seguir jornada adiante.
As grandes mudanças se iniciam internamente ao provocarem o desejo de ir ao encontro do novo, além da superação de obstáculos do passado.
Esse desejo genuíno pode morar no seio do peregrino, do andarilho, do viajante.
Raidho traz progresso, fala de viagens, mudança de moradia, país e, atualmente, pode ser também interpretada nos casos de navegação virtual.



Raidho é uma runa rápida, pede movimento como correr, dançar, utilizar transportes - cavalo, carro, bicicleta, avião -, afinal, ela faz referência à roda, a roda do carro que, ao ser descoberta, proporcionou um salto ao desenvolvimento da humanidade. 
Mas também, por vezes surge quando é chegada a hora da ¨Grande Viagem¨, se observarmos as rodas dos carros funerários vikings.



                                               Oseberg, encontrado na Noruega

                                                 834 DC



"Cavalgar parece fácil a qualquer guerreiro
enquanto estiver no saguão e muito corajoso é
aquele que atravessa as grandes estradas no dorso
de um cavalo robusto."
poema anglo saxão

Ansuz - Oss - Os -Boca



                             A Boca de Odin







Ansuz, Os - A Boca - 
a palavra, a sabedoria que brota.
Runa que tem relação direta com Odin.






É sobre a sabedoria alcançada pelo Grande Xamã, Mestre,  Odin que me refiro. 
Ansuz é o contato do ser com o mestre espiritual, é o  saber; cursos, estudos e entrevistas são por ele ativados, rege o entendimento de lições, de situações, muito mais do ouvir do que do falar; a  conexão com o conhecimento interno, por vezes ancestral, ou mesmo com existências anteriores.
Deve-se, porém, estar atento aos sinais do universo, às coincidências do dia a dia , às mensagens encontradas nos livros, aos conselhos dos amigos ao pé do ouvido,  aos símbolos enviados por meio dos sonhos... pois qualquer um desses indícios  pode revelar a voz dos deuses a nos orientar durante a jornada da vida. 


"A boca é a origem de todo discurso,
contém sabedoria,
traz conforto ao sábio e abençoa a todos"
poema anglo saxão

Thurisaz - Thorn - Espinho/Gigante


O Espinho








Thurisaz / Thorn, Gigante
Runa - que inicia com a letra qui,
"gigante", em nórdico antigo.
 Os gigantes do gelo eram algozes, inimigos dos homens e dos deuses.

Uma forma de proteção é recorrer  ao deus Thor e seu Martelo Mijöllinir que, em várias passagens das Eddas, vence os gigantes do gelo com sua força, portanto sabemos que as dificuldades poderão ser quebradas.

Em islandês, "espinho".  
Os espinhos do caminho -
uma advertência que conduz a uma proteção.
Hora de tomar todo cuidado,
pensar antes de falar, antes de agir,
melhor observar, examinar, investigar.
Essa runa é como um alerta; 
aparece quando  surgem problemas
por vezes relacionados a papéis, documentos, questões judiciais ou mesmo emoções
como medo, ciúme, inveja.
Ela vem como um aviso na jornada. 
Os pequenos detalhes - como espinhos -
são imperceptíveis num primeiro olhar,
por essa razão, é preferível analisar bem antes de tomar qualquer decisão.

Thurisaz perturba o sono, e pode sugerir problemas de saúde como pressão alta, dores nas articulações, muitas vezes oriúndos do excesso de rigidez emocional e mental.






" O espinho é extremamente afiado,
algo muito ruim para qualquer cavaleiro tocar,
notavelmente rigoroso com tudo que se senta
em torno dele"
poema anglo saxão

Uruz - Ur- touro selvagem

 
                               O Auroque




A responsabilidade em assumir a própria vida.






A força em enfrentar erros e acertos da vida, vencer os fracos e as próprias fraquezas - pura lei da sobrevivência.

 Saber que não há vítima nem algoz, mas, sim o enfrentamento diante das consequências de colher os frutos plantados e a coragem para saber que  a responsbilidade é inteiramente de quem as plantou.

Runa relacionada ao masculino, aos rituais de passagem tribais, configura o momento final do rito; ao alcançar a maturidade, o jovem poderia ser cosiderado pronto para a vida adulta, portanto, esta runa, ao surgir numa mandala, sugere poder, saúde, virilidade e força!    

"O boi selvagem é destemido e de altos chifres,
um feroz lutador que palmeia as charnecas"
poema anglo saxão.

Fehu - Feoh - O Gado


A Riqueza 





Tudo aquilo que se deseja manifestar principia no coração; a tarefa diária feita com amor pode ser trabalhosa, pois exige rotina e dedicação integral, mas se por traz dela houver um sonho verdadeiro, valerá a pena abraçá-lo e dar o primeiro passo.


Como um pastor que cuida de seu rebanho com carinho e empenho, consciente de que é preciso despender energia de sol a sol para concretizar algo, assim também é com tudo - amor, carreira, prosperidade...




Fehu (ou Feoh) é a primeira Runa do alfabeto de Futhark, e simboliza o gado, portanto, riqueza.
Na antiguidade, a cabeça de gado chegou a ser utilizada como moeda vigente, e hoje em dia ainda se pode dizer que é seguro investir nisso, pois multiplicam-se rápidamente, embora isso exija cuidado constante.


Runa regida por Vênus e pela Lua, alerta-nos que é preciso manter o coração e a mente vibrando em sintonia com o que se deseja conquistar - afinal, tudo em que concentramos atenção acaba por materializar-se.


A energia da Lua e seu magnetismo fazem de Feoh a runa da conquista afetiva e, também, promete segurança nos relacionamentos, desde que se esteja disposto a manter o compromisso depois de concretizado.


"A riqueza é consolo para todos,
mas há de partilhá-la aquele que espera lançar
sua sorte para julgamento perante os deuses"
poema anglo saxão